Vampire Heart - HIM

Vampire Heart - HIM

3 de jul de 2012

Orgulho ? Não sei.
A besta saiu do lugar aonde nascera. Abandonou seus amigos de infância, abandonou aqueles que lhe criaram, e aqueles que lhe puseram ao mundo. Abandonou seu quarto fétido, e suas coisas. Abandonou seu coração esfarrapado, junto com todas as coisas que lhe fizeram ser a couraça rígida que hoje és.

Seguiu seus dias mais fera do que nunca havia sido: decidiu ser algo que lhe privasse de todas as formas de sentir.
Seguiu seus dias como toda fera segue: Caçando, se defendendo-se de perigos iminentes e sobrevivendo.
Sobreviveu, até que não sentia mais vontade de apenas sobreviver.

(...)

10 de jun de 2012

Podem as bestas amar ?

O céu estava limpo, e seu coração estava quente, como nunca havia estado.
- Então vamos terminar o serviço - disse alto para que todos escutassem.

Não era humano, mas também não era fera. Não era bonito, mas tinha algo que atraía as mulheres. No mundo caótico aonde vive, sabe-se que sobrevivendo ja se é motivo para comemorar, mas ele, queria mais.
Ele queria dinheiro, bastante dinheiro, queria mulheres, fama e quem sabe um pouco de saquê seria bom. Ele queria aventuras, e homens gritando seu nome enraivecidos. Ele não queria apenas estar, queria ser.

Saiu sozinho, do lugar aonde morava. Um lugar aonde as mulheres dominavam, com seus corpos bestiais. Não gostava disso: mulheres no comando. Estas deveriam apenas servir os homens. Mas sua sociedade ordenava o contrário, que os homens fossem capachos, e isso, o atormentava.
Saiu sozinho, sem nenhuma pretenção de voltar.

(...)

30 de abr de 2012

prefiro aquelas partes do filme, onde o assassino consegue finalemnte assustar o incredulo.
até na nossa vida, quanto mais demoramos para enfrentar, mais tempo demoramos para fazer a ficha cair.